“Vê mais longe a gaivota que voa mais alto”

Quantas vezes deixamos que a opinião dos outros nos impeça de sonhar e de alcançar os nossos objetivos? O ano em que nos encontramos e todos os acontecimentos que temos estado a viver desde março, vieram mostrar que, tal como a gaivota, vê mais longe quem sonha mais alto. Para muitos o isolamento foi o fim de um ciclo, o encerrar portas e o ficar de mãos a abanar. Para outros foram tempos de mudança e reorganização pessoal e profissional. Para outros ainda foram tempos de ver mais longe, inovar e criar novas oportunidades de negócio ou novos negócios.


Leia a entrevista na Integra aqui 

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *